quarta-feira, 15 de julho de 2009

Quem é o culpado?
O Filho do Pedreiro ou o Filho do Engenheiro?
Dentro do contexto da doença dependência química é comum os pais e familiares procurarem um culpado “bode expiatório” para justificar o uso abusivo de seu ente querido portador da doença.
A pergunta continua a ser feita: quem é o culpado.
- o Filho do pedreiro que é amigo do filho do engenheiro, sabe onde pode encontra a droga de uso, visto que mora na periferia e não tem poder aquisitivo (dinheiro) para obter a substancia, mas o filho do engenheiro que mora em bairro de classe alta e por isso tem o poder aquisitivo (dinheiro) para a compra da substancia, e não sabe onde obter, quando juntos em algum evento da moda (festas, baladas, passeios, etc.) encontram a oportunidade para uso de substancias psicoativa aonde vem o uso experimental, se for prazeiro, vem o abuso e conseqüentemente a dependência química.
- É muito comum em terapias familiares ouvirmos familiares justificarem a doença com as frases; foram as más companhias que fizeram isso. Sempre avisei para ele se afastar de fulano ou a clássica pergunta onde foi que eu errei?
Não existem culpados e não existem erros, muito menos más companhias.
Na nossa sociedade o que existe é a falta de informação e omissão a prevenção primária que deveria ser feita com nossos pré-adolescentes. Pais e responsáveis devem exigir dos educadores e governantes a informação do que é comportamento de risco como matéria curricular, comportamentos de risco incluem uso de drogas suas causas e efeitos como também orientação sexual. Prevenindo assim a dependência química e doenças sexualmente transmissíveis e a AIDS em nossos jovens. É a prevenção através da informação.
Na opinião do PROMUT – Projeto Mutação, ninguém é culpado por ter adquirido uma doença, mas é responsável em seu tratamento e em sua prevenção.
Odemar da Rocha Brandão Filho
Co nsultor em Dependência Química e DST/AIDS

Nenhum comentário:

Quem somos

Minha foto
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro - RJ, Brazil
Trabalhos voltados à Atenção Primária, Secundária e Acessoria em Dependência Química. E-Mail:dubranf@gmail.com

Drogas

Loading...

Pesquisar este blog

Como você vê a dependência química?

Arquivo do blog

Bibiliografia Sugerida

  • Alcoólicos Anôninos (Livro Azul)
  • Isto Resulta - Como e Porque (NA)
  • Viver Sóbrio

Beautiful Pictures of Campfires

Filmografia Sugerida

  • 28 Dias
  • Bicho de sete cabeças
  • Despedida em Las Vegas
  • Quando um Homem ama uma Mulher

PARA QUE ISSO?

PARA QUE ISSO?
A imagem diz tudo

LUTO

LUTO
A CIDADE ONDE NASCI FOI DESTRUIDA, MAS AINDA TÁ LÁ.